Nota de condolências da CNBB pelo falecimento de dom José Carlos Melo é enviada a Maceió

Em mensagem endereçada ao arcebispo de Maceió, dom Antônio Muniz Fernandes, dom Leonardo Steiner, secretário-geral da CNBB, enviou palavras de condolências pelo falecimento do arcebispo emérito da capital alagoana.

Dom Leonardo reforçou, na mensagem, a expressão da própria arquidiocese sobre o testemunho de dom José Carlos Melo: “em todas as atividades que exerceu como bispo, Dom José Carlos sempre se mostrou zeloso e dedicado, revelando extremado amor a Cristo e à Igreja”.

Leia a Nota:

Nota de condolências da CNBB pelo falecimento de dom José Carlos Melo

 

Brasília, 31 de maio de 2017

Prezado Irmão, dom Antônio Muniz Fernandes.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), manifesta seu pesar pelo falecimento de dom José Carlos Melo, arcebispo emérito de Maceió, ocorrido na tarde desta terça-feira, 30 de maio.

Dom José Carlos fez um longo percurso de vida e de serviço à Igreja: membro da família dos Lazaristas, atuou por vários anos como missionário e foi ordenado bispo em 1991. Seu ministério episcopal foi realizado em Salvador (BA) e em Maceió (AL).  E, conforme nota de sua arquidiocese, “em todas as atividades que exerceu como bispo, Dom José Carlos sempre se mostrou zeloso e dedicado, revelando extremado amor a Cristo e à Igreja”.

O lema episcopal de Dom José Carlos nos diz muito de sua vida e missão: “venit ut ministraret”, ou seja: “vim para servir”. Faz-nos lembrar da importância central do serviço gratuito na vida cristã conforme nos ensinou o Papa Francisco na sexta-feira da Paixão do ano passado: “Ele quer fazer de vós uma resposta concreta às necessidades e sofrimentos da humanidade; quer que sejais um sinal do seu amor misericordioso para o nosso tempo! Para cumprir esta missão, Ele aponta-vos o caminho do compromisso pessoal e do sacrifício de vós próprios: é o Caminho da cruz. O Caminho da cruz é o caminho da felicidade de seguir a Cristo até ao fim, nas circunstâncias frequentemente dramáticas da vida diária; é o caminho que não teme insucessos, marginalizações ou solidões, porque enche o coração do homem com a plenitude de Jesus”.

Pedimos que Nossa Senhora conforte o senhor, os familiares de dom José Carlos e todas as comunidades da Arquidiocese de Maceió.

 

Em Cristo,

 

Dom Leonardo Steiner

Bispo auxiliar de Brasília (DF)

Secretário-geral da CNBB

 

 

 

Share This