Igreja no Brasil e do Timor Leste renovam cooperação

Os bispos do Timor Leste, reunidos em Dilli, capital do país, no dia 11 de maio, solicitaram a renovação do Projeto de Cooperação Estrangeira entre as Igrejas do Brasil e do Timor Leste. São parceiros deste projeto, por parte do Brasil, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Desde 2014 a CNBB, por meio da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária, apoiou o envio de 12 docentes para atuarem no Timor Leste.

A maioria dos docentes enviados são de três programas de Pós-Graduação da PUCPR dos cursos de Teologia, Filosofia e Bioética. As atividades dos docentes incluíram aulas no Instituto Superior de Filosofia e Teologia de Dili, onde lecionaram diversas disciplinas, conforme a sua área de formação. Também fez parte do projeto um Curso de Formação Continuada para o clero local. 

Alguns padres que fizeram o curso no Timor Leste darão continuidade a seus estudos no Brasil em cursos de mestrados e doutorados nas áreas de Filosofia, Teologia ou Bioética, como é o caso do padre José Maia, da diocese de Maliana, que já iniciou seu mestrado na PUCPR em março deste ano. O padre Agostinho Soares de Jesus, sacerdote timorense Salesiano, tem previsão de chegar ao Brasil em julho de 2017 para fazer o doutorado em Teologia Pastoral.

De acordo com o padre Domingo Alves, reitor do ISFT de Dili, a PUCPR tem facilitado a acolhida destes sacerdotes orientando antecipadamente seus projetos de pesquisa e isentando os mesmos dos pagamentos de mensalidades, por serem estrangeiros. A partir disso, os três bispos do Timor, dom Basílio do Nascimento – diocese de Baucau; dom Norberto do Amaral – diocese de Maliana e dom Virgílio do Carmo da Silva – diocese de Dili solicitaram à CNBB e à PUCPR a continuação do projeto.

Artigos similares

Desculpe, nenhum post encontrado.
Share This